Como a precificação ajuda a proteger o capital de giro do seu posto de combustível?

08 de Dezembro de 2021

O atual contexto econômico brasileiro tem representado um grande desafio para os revendedores de combustível. A alta taxa de câmbio, os constantes aumentos no preço do petróleo, os reajustes de preço da Petrobras, o crescimento da inflação, a instabilidade financeira decorrente da pandemia de coronavírus, greves de caminhoneiros, risco de desabastecimento nacional… Todos estes são fatores que um varejista de combustível não tem controle sobre, mas que tem sentido na pele. 

Diante deste cenário de crise, ter uma boa gestão financeira acaba sendo um imperativo para a sobrevivência de um posto de combustível no mercado. Isso porque o efeito da junção de todos estes fatores se dá em uma forte volatilidade no preço dos combustíveis. Ou seja, o valor da gasolina este mês não será o mesmo do próximo e, assim, por diante. Consequentemente, os gastos e as despesas operacionais que um revendedor precisa fazer em um mês não serão os mesmos no seguinte. 

Por essa razão, mais do que controlar à risca o fluxo de caixa, o revendedor precisa proteger seu capital de giro. Para Carlos Bispo, especialista no segmento de postos de combustíveis e fundador do portal Seu Posto de Gasolina, tal elemento é essencial no setor varejista. “Costumo fazer uma analogia à ideia de que o capital de giro tem a mesma relevância para um revendedor de combustível como um cilindro de oxigênio para um mergulhador”, compara. Sendo assim, a gestão do capital de giro representa um fator determinante no desempenho de um posto.  “Dependendo do alocamento de recursos em capital que um revendedor realiza, o posto de combustível pode crescer ou regredir”, afirma. 

Para proteger este capital de giro, então, Bispo afirma que há ações que devem ser integradas à rotina de forma mandatória: “Controle do contas a receber, definição do ciclo financeiro de acordo com as condições da revenda, redução ou controle das despesas operacionais, atualização semanal do fluxo de caixa com previsibilidade do que entra ou sai”.

Entre todos estes cuidados, o especialista destaca um: “O exercício mais importante a ser feito pelo revendedor é a montagem do seu preço de venda. O contexto atual da revenda não permite amadorismo na gestão comercial e financeira e um gestor que não domina o processo de precificação e não conhece o perfil de consumo dos seus clientes está correndo sérios riscos de corroer o capital de giro do posto”.

A relação entre tomar boas decisões de preço e proteger o capital de giro da empresa pode parecer nebulosa, mas na verdade é bastante simples. Se um revendedor não consegue manter um equilíbrio entre sua margem de lucro e seu volume de vendas, o faturamento alcançado poderá não ser suficiente para cobrir custos operacionais, repor estoque e, em última instância, manter as atividades do posto. Em resumo: é preciso garantir que o preço definido garanta o capital de giro.

Painel de Arbitragem Aprix Pricing: PPI Brent WTI ESALQ e outras informações do setor de combustíveis, atualizadas em tempo real em um painel intuitivo e gratuito

De acordo com Augusto Micheletti, gestor de projetos da Aprix, apesar de não oferecer ferramentas específicas para a administração do capital de giro, a plataforma de gestão de preços desenvolvida pela startup atua como uma grandealiada do revendedor. “A base deste sistema está em um enorme banco de dados que contém o histórico de vendas, margens, tipos de preços (à vista ou a prazo), custos e também os preços dos concorrentes próximos.

Com esses dados o sistema é capaz de avaliar os resultados e informar o melhor preço a ser aplicado diariamente, analisando tanto os dados internos do posto, quanto os dados externos a ele, o que garante que os preços sugeridos sejam coerentes com a realidade financeira do posto e com o contexto do mercado”. Ou seja, os algoritmos de inteligência artificial inseridos nesta tecnologia indicam ao varejista o preço de cada combustível que irá garanti-lo o maior lucro bruto possível. Dessa forma, o revendedor consegue realizar decisões de preços que garantirão capital de giro  para manter seu negócio ativo. 

 


Quer ficar por dentro das novidades do Aprix Journal? Assine nossa newsletter semanal e receba as últimas reportagens e notícias sobre combustíveis, tecnologia e precificação diretamente em seu e-mail. Ou, se preferir, receba pelo WhatsApp. Basta clicar neste link, salvar nosso número e nos enviar uma mensagem.



Compartilhe este material