Como tomar as melhores decisões de precificação em um período tão incerto?

18 de Agosto de 2020

A crise decorrente da pandemia causada pelo Coronavírus deixou os mercados em geral instáveis e incertos. O conhecimento adquirido durante anos de experiência é colocado à prova neste momento, quando prever o que irá acontecer no dia seguinte está cada vez mais complexo devido à influência de inúmeros parâmetros que impactam na recuperação dos setores após a crise.

Toda essa incerteza se refletiu de forma significativa na revenda de combustíveis, que teve sua rotina diretamente afetada - muitos postos tiveram que trabalhar com horário reduzido e até mesmo fechar em alguns dias da semana. As métricas e referências pré-crise não são mais as mesmas, por exemplo, no caso da demanda por combustíveis. Antes, os gestores sabiam com certa assertividade quando as vendas de determinado dia da semana tinham sido positivas, acima ou abaixo das expectativas. Com a crise, o cenário mudou radicalmente e as decisões passaram a carregar consigo diversas dúvidas. A principal delas é:

Como tomar as melhores decisões em um período tão incerto?

Algoritmos de Inteligência Artificial estão acostumados a lidar com a incerteza presente nos processos. Isso porque eles conseguem aprender com extrema agilidade, adequando-se às novas realidades de mercado de forma a manter uma excelente assertividade, mesmo em períodos muito instáveis. O algoritmo da Aprix que prevê as demandas tem se mostrado efetivo, com previsões extremamente assertivas durante a crise (leia um dos nossos cases).

Dessa forma, pensamos como usar o poder preditivo dos nossos algoritmos para auxiliar ainda mais a tomada de decisão dos nossos clientes no contexto em que seus negócios estão inseridos. A solução foi o desenvolvimento de uma nova funcionalidade na nossa plataforma, a aba Simulador, na qual nossos clientes podem simular variações no seu preço e visualizar a previsão de vendas para o dia!

Nessa aba, além de ser possível visualizar a previsão de volume e lucro bruto para o dia no preço sugerido pelo sistema, também será possível simular as vendas em variações de preço para descida de 10 centavos até subida de 10 centavos. Também criamos um indicador da agressividade do preço, que mostra o nível de risco do preço simulado gerar reações de descida de preços dos concorrentes próximos.

Aba Simulador na plataforma Aprix

No exemplo acima, a simulação indica que, no preço sugerido (manter o preço atual), o posto irá vender cerca de 5.000 litros a uma margem de 33 centavos, o que resultará em um lucro bruto previsto de cerca de R$ 1.694,00. Ao simular o cenário de descida de preço de 5 centavos, observamos que a previsão é de aumento de cerca de 300 litros no volume, porém, como o posto irá vender o combustível com uma margem menor, o volume gerado não compensará nesse caso a redução de preço em termos de lucro bruto. A agressividade do preço com relação aos concorrentes é considerada média, visto que o posto estaria posicionado próximo ao valor médio da concorrência no mercado.

Assim, o revendedor pode tomar a sua decisão com embasamento matemático, que leva em consideração os seus dados históricos, a elasticidade da sua demanda, o posicionamento histórico dos seus concorrentes e o comportamento dos consumidores no cenário atual. Utilizando tecnologia avançada, a Aprix está revolucionando a precificação na revenda de combustíveis, aliando estratégia e processo para otimizar os resultados dos clientes, mesmo durante tempos incertos.


Compartilhe este material